A etapa austríaca da MotoGP tinha tudo para ser sensacional. Um circuito que favorece os motores fortes e a concentração dos pilotos. Mas foram os acidentes que roubaram a cena em Spielberg.

MotoGP: Andrea Dovizioso vence na Áustria
MotoGP: Andrea Dovizioso vence na Áustria

A KTM equipe e marca de origem austríaca conseguiu vencer na Moto3 e Moto2. O Espanhol Pol Espargaró (que defende a KTM) fazia uma ótima corrida e estava liderando mas devido à relargada acabou perdendo posições até que foi “retirado” da corrida pelo português Miguel Oliveira. Ou seja, na categoria principal não teve pódio para a equipe da casa.

Voltando a falar da relargada, isso aconteceu devido a um grave acidente entre Franco Morbidelli e Johann Zarco. Uma das imagens mais impressionantes da MotoGP. Por um verdadeiro milagre, nenhum piloto se acidentou gravemente, mas a imagem é forte e por questão de segundos, Valentino Rossi não é atingido.

Um dos acidentes mais assustadores da história da MotoGP, entre Morbidelli e Zarco. A moto de Morbidelli passa entre Vinales e Rossi.
Um dos acidentes mais assustadores da história da MotoGP, entre Morbidelli e Zarco. A moto de Morbidelli passa entre Vinales e Rossi.

Antes disso, na Moto2, a moto de Enea Bastianini, depois de uma queda do piloto, ficou na pista e o piloto Hafizh Syahrin acertou em cheio. Outra imagem impressionante do “dia das bruxas” do GP da Áustria.

Voltando à corrida, a Ducati mantém seu 100% de vitórias no GP da Áustria. Dovizioso fez uma excelente e consistente corrida. Ele tem uma forma cerebral de pilotar e muitas vezes parece frio. Mas é um piloto muito técnico e geralmente faz as ultrapassagens certeiras.

Talvez o clima entre Dovizioso e Ducati não seja dos melhores, já que durante a semana o piloto italiano que está na equipe desde 2013, anunciou que não deve renovar com a equipe.

MotoGP: Andrea Dovizioso vence na Áustria

Joan Mir e Jack Miller também fizeram excelentes corridas. A Suzuki já brigava pelo pódio com Alex Rins. Aliás, não só pelo pódio, mas pela vitória. Rins estava fazendo uma corrida espetacular, mas errou sozinho. Derrapou a frente e saiu pela tangente.

A briga pelo segundo lugar só foi definida na última curva da última volta. Miller errou e esparramou. Foi o suficiente para Suzuki de Mir aproveitar e ganhar a posição e a bandeirada, com emoção.

No final, pódio para Dovizioso, Mir e Miller. Na semana que vem tem mais Áustria. O GP da Estíria. Esperamos que seja uma etapa com emoção de corrida e não mais de acidentes.

Top 10:
1. Andrea Dovizioso (Ducati Team)
2. Joan Mir (Team Suzuki Ecstar) + 1.377
3. Jack Miller (Pramac Racing) + 1.549
4. Brad Binder (Red Bull KTM Factory Racing) + 5.526
5. Valentino Rossi (Monster Energy Yamaha MotoGP) + 5.837
6. Takaaki Nakagami (LCR Honda Idemitsu) + 6.403
7. Danilo Petrucci (Ducati Team) + 12.498
8. Fabio Quartararo (Petronas Yamaha SRT) + 12.534
9. Iker Lecuona (Red Bull KTM Tech3) + 14.117
10. Maverick Viñales (Monster Energy Yamaha MotoGP) + 15.276

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui