Receita faz leilão de celulares, motos e bicicletas com lance mínimo de R$ 200
A CBR1000RR 2008 foi apreendida no Aeroporto de Viracopos (Campinas) – Receita Federal/Divulgação
A Receita Federal realiza leilão eletrônico ao longo desta semana de motocicletas, celulares, eletrodomésticos e eletrônicos e artigos diversos, oriundos de apreensões em Nova Iguaçu (RJ), Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas. Os lances podem ser feitos de qualquer lugar do País, mas é preciso seguir trâmites orientados pelo Receita, no próprio site.
Segundo dados da Receita Federal, o órgão já arrecadou R$ 49,9 milhões em leilões neste ano.
O órgão mantém um espaço permanente em seu portal (http://www25.receita.fazenda.gov.br) onde são anunciadas as mercadorias apreendidas que vão a leilão. Esses eventos são voltados tanto para pessoas físicas como jurídicas. A página é atualizada constantemente e conta com itens apreendidos em todo o Brasil. Um lote apreendido no Porto do Rio de Janeiro, por exemplo, tem valor inicial do lance de R$ 200.
Os interessados em participar do Leilão Eletrônico deverão acessar o Portal (e-CAC), mediante a utilização de Certificado Digital válido, e escolher a opção de serviço “Sistema de Leilão Eletrônico”.
A Receita Federal orienta que para acessar o Sistema de Leilão Eletrônico é preciso utilizar o Navegador Internet Explorer 8.0 e 9.0, Google Chrome 27 (ou versões superiores) e Firefox 3.0 (ou versões superiores).
Informações de iG São Paulo

2 COMENTÁRIOS

  1. Sim, qualquer pessoa pode, claro, estando com a situação regular diante da Receita Federal.
    Lembrando algumas coisas, antes tem que fazer o cadastro em:
    https://cav.receita.fazenda.gov.br/eCAC/publico/login.aspx

    Começa com 200 reais, mas tem lotes muito mais caros. Tem que avaliar bem antes de decidir lançar um valor. Outra coisa, existem taxas de leilão além do transporte, caso seja arrematado por conta do comprador! Em outras palavras, pode ser uma boa, mas tem que ser muito bem avaliado, ok?

Deixe uma resposta