InícioMarcasBajajMotos da indiana Bajaj serão montadas no Brasil pela Dafra

Motos da indiana Bajaj serão montadas no Brasil pela Dafra

A marca indiana Bajaj confirma operações no Brasil já a partir de setembro, e mais que isso: modelos estão quase definidos e serão montados em parceria com a Dafra, em Manaus.

Chegando com o pé na porta: gigante indiana Bajaj inicia as operações no Brasil no segundo semestre
Chegando com o pé na porta: gigante indiana Bajaj inicia as operações no Brasil no segundo semestre

Talvez você não tenha ouvido falar muito dela até agora, mas a indiana Bajaj confirmou sua chegada ao país e não quer esperar para começar a trabalhar por aqui. De acordo com a empresa, as operações já devem acontecer entre o final de agosto e inicio de setembro deste ano.

A marca indiana é uma das maiores fabricantes de motos do mundo. Só na Índia, a fabrica produziu no ano passado 3,6 milhões de motos, somente para o mercado interno! Em termos de comparação: no Brasil, todas as marcas do país juntas chegaram a 1 milhão, 195 mil motos.
Além disso, a marca tem grandes parceiras internacionais. Existe um acordo com a Triumph, por exemplo, para produção de modelos de menor cilindrada. A marca possui 47,96% das ações do Grupo KTM, incluindo a Husqvarna.

A Bajaj foi fundada em 1945. Está presente em mais 70 países, e atua também com veículos de quatro rodas, além triciclos e o famoso tuk-tuk. Em 2021 conquistou o título de marca de motos mais valiosa do mundo. O valor da marca chegou a incrível cifra de US$ 13,6 bilhões de dólares.

Ou seja, a nova concorrente duas rodas no mercado brasileiro, não está chegando para ser “apenas mais uma”. A briga vai ser para estar entre as principais. E se depender do interesse do consumidor brasileiro, a fabricante indiana tem tudo para isso, já que trabalha principalmente com pequenas a médias cilindradas. No Brasil, os modelos dessa faixa são muito disputados. Estamos falando de modelos para concorrer desde a CB 250 Twister e Fazer 250 até os modelos de 300 e 400 cilindradas como a Yamaha MT 03, ou a BMW G 310 R.

Quais serão os modelos Bajaj que serão comercializados no Brasil?

O martelo está praticamente batido em relação ao modelo Dominar 400 – que aliás é colocado na conta da empresa na rede social Instagram – e muito próximo em relação ao modelo Pulsar N 250. Existem outros modelos Pulsar (de 125 a 200cc) mas esses até o momento, não temos a confirmação.

Bajaj Dominar 400
Bajaj Dominar 400

Dominar 400
A Dominar 400 deverá ser, ao que tudo indica, o modelo principal da Bajaj Brasil.
Segundo dados informativos do site, a Dominar 400 tem 39 cv de potência a 8.800 rpm e 3,5 kgfm de torque a 6.500 rpm. Câmbio mecânico de seis marchas. Embreagem com assistência deslizante. A Dominar 400 conta com uma suspensão dianteira com garfo invertido, freios a disco nas duas rodas com ABS e painel de instrumentos digital.

Dominar 400 - Painel digital.
Dominar 400 – Painel digital.

O preço da Dominar 400 no Brasil não está totalmente fechado, mas inicialmente foi definido como R$ 26.900,00 (sem frete). Caso seja redefinido, faremos a correção posteriormente.

Pulsar N 250
Pulsar N 250

Pulsar N 250
A Pulsar, como já dissemos, tem uma gama de modelos de menor cilindrada e inclusive uma variação mais esportiva da N 250, a F 250. Não chega a ter carenagem total, mas tem alguns diferenciais em relação ao modelo naked street. De todo jeito, a N 250 deverá ter motor monocilíndrico, 24 cv. Câmbio de 5 marchas, painel digital e freios a disco nas duas rodas com ABS.

Bajaj Pulsar F 250 e Bajaj Pulsar N 250. Inicialmente a N 250 no Brasil.
Bajaj Pulsar F 250 e Bajaj Pulsar N 250. Inicialmente a N 250 (street naked) no Brasil.

O preço da Pulsar N 250 no Brasil não está totalmente fechado, mas inicialmente foi definido como R$ 20.900,00 (sem frete). Caso seja redefinido, faremos a correção posteriormente.

Como vai funcionar o acordo entre a Bajaj e a Dafra?

As últimas informações, de acordo com o jornalista Rafael Miotto (Ex-G1 e atualmente  site Motoo) dão conta de que o acerto com a Dafra é apenas de montagem dos modelos, no sistema CKD (Complete Knock Down). Ou seja, todas as peças dos modelos são enviadas pela fábrica indiana e somente montadas pela Dafra, utilizando sua estrutura em Manaus. A Dafra não deverá participar na comercialização como já foi feito em outros acordos anteriores, como com a KTM (de 2015 a 2017).
Existe a intenção de fábrica própria no país. Mas isso só deverá se consolidar caso as vendas iniciais sejam satisfatórias.

De todo jeito, o interesse da Bajaj é operacionalizar no Brasil, com lojas próprias da marca, inicialmente em São Paulo e Rio de Janeiro. Avançando posteriormente para outras cidades. Isso é um diferencial em relação à outros países da América do Sul como Colômbia e Chile, onde a Bajaj está presente por meio de distribuidores.

Junior Rodrigues
Junior Rodrigueshttps://tudodemotos.com.br
Um cidadão que luta para vencer. Web designer, desenvolvedor web e editor ao mesmo. Já fui radialista, publicitário e até metalúrgico metaleiro. Acabei entrando e abraçando o mundo 2 rodas por influencia do meu irmão mais velho.
RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

MAIS ACESSADOS

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.