quinta-feira, 13 junho 2024
English Portuguese Spanish

Conheça a Cicloway: das motos gigantes Amazonas 1600 para as motos elétricas

A primeira vista a Cicloway se apresenta como tantas outras empresas de motos elétricas e mobilidade urbana. Disponibiliza um catálogo com pelo menos 20 modelos de veículos elétricos, tem como base de visão a preservação da natureza, e este artigo poderia muito bem terminar com a apresentação dos modelos… Mas um detalhe faz toda a diferença: João Hannud, diretor da Cicloway, é filho de Guilherme Hannud Filho, que na década de 80 simplesmente foi dono da lendária Amazonas 1600, “a maior moto do mundo”, como era conhecida na época.

Amazonas 1600. Na década de 80 conhecida como a maior moto do mundo - Foto: Facebook
Amazonas 1600. Na década de 80 conhecida como a maior moto do mundo – Foto: Facebook

Da Amazonas 1600 para as motos elétricas da Cicloway

Deixando tudo claro: a Cicloway é herdeira direta de uma lenda. Um nome, uma marca que faz parte não só da história do motociclismo nacional, como da história do Brasil.

Na década de 70, durante os governos militares, houve um protecionismo da indústria brasileira. Ou seja, tudo o que era consumido no país deveria ser de uma indústria nacional. Foi dessa forma que surgiu a primeira “moto nacional”, com peças dos veículos que eram produzidos por aqui. O motor era Volkswagen e tinha inclusive a marcha ré.

Os pioneiros, os amigos Luiz Antônio Gomide e José Carlos Biston conseguiram criar uma moto grande, que logo chamou a atenção de outros grupos. Foi o caso da Auto Importadora Ferreira Rodrigues, que começou a fabricar a moto oficialmente. Mas somente em 1979, a Amazonas 1600 recebeu motor de 1.584cc, que gerava 56 cv a 4.500 rpm e 10 kgf.m a 3.000 rpm, alimentado por um tanque de 30 litros.

Amazonas 1600 da Polícia Rodoviária. Foto durante o evento Brasil Motorcycle em Curitiba, 2016
Amazonas 1600 da Polícia Rodoviária. Foto durante o evento Brasil Motorcycle em Curitiba, 2016

Em 1986 começa a história de Hannud. Ele compra a Amazonas 1600 e produz durante os próximos 2 anos, 450 unidades. Uma centena vendida para polícias e exército, apenas oito equipadas com sidecar e algumas com motor ampliado para 2.275cc foram exportadas para os Estados Unidos.

Em 2007, ele chegou novamente a fazer uma nova tentativa com a marca Amazonas. Mas dessa vez sem os grandes motores. O acordo com a chinesa Loncin Corporation trouxe para o Brasil alguns modelos de menor cilindrada, no máximo 250cc. Essas foram comercializadas até 2010, quando a marca Amazonas (aparentemente) foi fechada. Essas motos ainda são facilmente encontradas em sites de classificados de veículos.

A partir de então, uma nova forma de transporte chamou a atenção do empresário, fazendo com que acontecesse uma “guinada” de percepção em relação à novas tendências.

Quer Ficar por dentro do mundo Duas Rodas?
Entre para o nosso Grupo de Whats!

A mobilidade urbana e tendência para a eletrificação

Dean Kamen apresenta o “Segway” em Nova York, no dia 3 de dezembro de 2001. Foto: David LeFranc/Gamma-Rapho/Getty Images
Dean Kamen apresenta o “Segway” em Nova York, no dia 3 de dezembro de 2001. Foto: David LeFranc/Gamma-Rapho/Getty Images

Ainda em 2006, durante uma entrevista para a Isto É – Dinheiro, Guilherme Hannud já se mostrava tendencioso aos novos modelos de transporte. Na época, o veículo em questão era a Segway.

Vamos voltar um pouco mais no tempo. Em 2001 o empresário Dean Kamen apresentava ao mundo uma nova forma de transporte, que foi imediatamente noticiada como “a invenção do milênio”.

A invenção, que na época foi chamada de a coisa, teve contagem regressiva para ser apresentada. Em vários momentos o seu inventor chegou a dizer que o mundo seria diferente depois da apresentação do seu invento.

Acontece que o invento de Kamen não empolgou o planeta como ele imaginava. A ideia de um transporte individual, em veículo simples, que acabasse com os engarrafamentos parecia incrivelmente boa.

Mas o mundo na virada do milênio esperava mais do que aquilo que foi entregue por Kamen. Ou seja, as marcas de veículos continuaram vendendo seus produtos e a empresa de Dean Kamen foi vendida em 2009, e novamente vendida em 2015 para chinesa Ninebot.

Mas Hannud comprou a ideia da Segway.  “Não há a necessidade de ter um carro de 1,5 mil kg para transportar pessoas com menos de 100 kg”, justifica Hannud.

Desistiu de fabricar motos a combustão em 2010, mas a história de mobilidade da Cicloway tomava forma desde 2005.

Conheça as motos elétricas da Cicloway

Segundo a definição da própria empresa, a Cicloway é uma empresa de mobilidade elétrica com produção nacional em Manaus (AM) desde 2005.

A produção de peças é do Brasil, mas também trazidas do exterior, visto que o mercado nacional ainda está dando seus primeiros passos para a fabricação total de veículos elétricos.

Em seu portfólio, possui mais de 20 modelos de veículos. Nesse caso estão incluídos os Segways, patinetes elétricos, triciclos elétricos, motos elétricas e até tuk-tuks elétricos! Conheça mais no site.

Tuk Tuk de carga
Tuk Tuk elétrico de carga

Vamos conhecer um pouco dos modelos de motos elétricas, scooter elétrico e uma moto elétrica tipo “cargo”.

Super Max

Cicloway Super Max
Cicloway Super Max

A Super Max tem um design inovador (com uma área flutuante) e 3.000W de potência. Possui capacidade para 1 condutor com até 150kg, bateria de lítio de 72V e autonomia de até 135km, freios à disco e velocidade máxima de até 80km/h. É emplacada e exige CNH categoria A.

Super Max – Ficha Técnica

Velocidade máx.: 80Km/h
Autonomia: Até 135 Km
Bateria: Lítio 72V
Corrente Nominal: 20Ah
Tensão/ Recarga da Bateria: Bivolt
Tempo de Recarga: 4h
Motor: 72V
Potência: 3.000W
Superação de aclive: 27º
Freios: à disco
Carga máx.: 150 Kg
Medidas (Comp x Alt x Larg): 185cm x 104cm x 74cm
PREÇO: a partir de R$ 1.955,00 (locação) e R$ 31.410,00 (venda) – valores sujeitos a reajuste
Para atendimento comercial via telefone (11) 3086-2931 e e-mail: [email protected].

Mini Max

Cicloway Mini Max
Cicloway Mini Max

A Mini Max é uma moto elétrica que alcança a velocidade de 45km/h em até 10 segundos. Chama atenção em decorrência de seu design único (flutuante em C). Capacidade para 1 condutor com até 100kg, motor elétrico Bosch de alta qualidade de 800W, bateria de lítio facilmente removível, tanque de armazenamento de objetos e espaço entre o banco e a plataforma com capacidade para até 22L.

Mini Max – Ficha Técnica

Velocidade máx.: 45Km/h
Autonomia: Até 50 Km
Baterias: 60V
Corrente Nominal: 20Ah
Potência da bateria: 1.200Wh
Classe da Bateria: Lítio 18650
Vida útil: até 1200 ciclos
Autonomia útil (ciclos x autonomia): até 60.000km
Tensão/ Recarga da Bateria: 220V
Tempo de Recarga: 4-6h
Motor: 60V
Potência: 800W
Potência de pico: 1600W
Peso do equipamento: 70kg
Suspensão: Amortecedor Dianteiro e Traseiro
Carga máx.: 100 Kg
Medidas (Comp x Alt x Larg): 130cm x 60cm x 80cm
PREÇO: a partir de R$ 1.190,00 (locação) e R$ 14.302,00 (venda) – valores sujeitos a reajuste
Para atendimento comercial via telefone (11) 3086-2931 e e-mail: [email protected].

Cicloway Robô – Scooter Elétrico

Scooter Elétrico Robo
Scooter Elétrico Robô

Velocidade máx.: 80Km/h
Autonomia: Até 135 Km
2 Baterias: Lítio 72V
Corrente Nominal: 20Ah
Tensão/ Recarga da Bateria: Bivolt
Motor: 72V
Potência: 3.000W
Superação de aclive: 27º
Freios: à disco
Carga máx.: 150 Kg
Medidas (Comp x Alt x Larg): 185cm x 119cm x 73,3cm
PREÇO: a partir de R$ 1.955,00 (locação) e R$ 31.410,00 (venda) – valores sujeitos a reajuste
Para atendimento comercial via telefone (11) 3086-2931 e e-mail: [email protected].

Cicloway Super Cargo

Cicloway Super Cargo
Cicloway Super Cargo

Velocidade máx.: 45Km/h
Autonomia: Até 130 Km
Bateria: Lítio 72V
Corrente Nominal: 50Ah
Tensão/ Recarga da Bateria: 220V
Tempo de Recarga: 6-8h
Motor: 60V
Potência: 1.500W
Carga máx.: 200 Kg
Medidas (Comp x Alt x Larg): 180cm x 70cm x 107cm
PREÇO: a partir de R$ 1.490,00 (locação) e R$ 18.320,00 (venda) – valores sujeitos a reajuste
Para atendimento comercial via telefone (11) 3086-2931 e e-mail: [email protected].

Sobre João Hannud, Diretor Executivo da Cicloway
João Hannud, filho de Guilherme Hannud Filho, é um jovem executivo que tem como propósito construir soluções inovadoras para promover melhorias na qualidade de vida da população brasileira, principalmente empreendedores e profissionais da mobilidade. Com sua bagagem de experiências como, por exemplo, marceneiro, mecânico de motocicletas, piloto de Segway, fundador de uma agência de Marketing Digital, desenvolvendo produtos para startups, João quer explorar o mercado da mobilidade urbana e promover uma verdadeira revolução pautada pela agenda ESG. Na Cicloway, desenvolve o mercado nacional de elétricos e trabalha na implementação de processos 100% voltados para a sustentabilidade e qualidade de vida. Motociclistas que trabalham no setor de delivery, empresas e empreendedores se beneficiam com essa gestão. Com menor impacto ambiental, os veículos elétricos minimizam a emissão de gases e poluentes, além de proporcionar mais segurança e economia.

Conheça a Cicloway: das motos gigantes Amazonas 1600 para as motos elétricas

Junior Rodrigues
Junior Rodrigueshttps://tudodemotos.com.br
Um cidadão que luta para vencer. Web designer, desenvolvedor web e editor ao mesmo. Já fui radialista, publicitário e até metalúrgico metaleiro. Acabei entrando e abraçando o mundo 2 rodas por influencia do meu irmão mais velho.

Relacionados

Deixe uma resposta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.